03/05/2019 9h17 - Atualizado em 03/05/2019 9h17

EM DOIS ANOS E TRÊS MESES DE GOVERNO A SAÚDE DE ITAITUBA RECEBEU GRANDES INVESTIMENTOS


EM DOIS ANOS E TRÊS MESES DE GOVERNO A SAÚDE DE ITAITUBA RECEBEU GRANDES INVESTIMENTOS

Em dois anos e três meses, os benefícios são muito grandes na saúde do município de Itaituba:

HOSPITAL MUNICIPAL- A começar com os benefícios na estrutura física do Hospital Municipal, que depois de quarenta e dois anos foi contemplado com uma nova sala de emergência com cem metros a mais que a antiga, constando: Uma sala de triagem e atendimento de emergência; dois consultórios médicos; Uma sala de reanimação com capacidade para três leitos e equipamentos de monitorização cardíaca e eletrocardiógrafo; Uma sala de sutura; Um posto de enfermagem; Uma sala para administração de medicamentos; Um banheiro com acessibilidade e área para observação com capacidade para vinte leitos, totalizando trinta leitos com os da sala de reanimação, que hoje recebe em média duzentos e trinta pacientes por dia.
O HMI também recebeu um centro cirúrgicos de ortopedia equipad, com mesa eletrica e arco cirúrgico, para atender baixa e média complexidade, além do atual Centro, que recebeu equipamentos novos. A equipe de profissionais de ortopedia atingiu a marca de duzentas e dez (210) cirurgias realizadas desde a implantação do serviço em setembro de 2018, até meados de março de 2019.

Em 2012 na primeira gestão do atual governo, foi implantado o Serviço de Atendimento Móvel – SAMU e Unidade de Cuidados Intermediários – NEONATAL, ambos se encontravam no inicio dessa gestão em situação precárias. As ambulâncias do SAMU estavam no cepo e foram recuperadas, além de conseguir outras novas através de emendas de deputados, para atender as demandas. A NEONATAL estava em estado de abandono e hoje é a salvação para os recém-nascidos que precisam desses equipamentos para sobreviver.

Entre outros benefícios conseguidos nesses dois anos e três meses de governo, o Hospital Municipal oferece: Quatro ambulâncias para os serviços do SAMU, sendo uma para transporte sanitário; Serviços 24 horas, como; Raios-X, Ultrassom e laboratório; Fisioterapia manhã e tarde de segunda a sexta feira; Eletrocardiograma; Cirurgias eletivas e de urgência; Ortopedia e Urologia. Dispõem de cinco (05) caminhonetes, quatro (04) ambulâncias e um (01) ônibus para transporte de pacientes do TFD; Implantou a maquina de fazer fraldas descartáveis infantis e geriátricas, lavanderia, sala de parto e um novo gerador para atender o HMI em caso de falta de energia da CELPA.

As Unidades Básicas de Saúde – UBS’s oferecem serviços de consultas, medicação de uso continuo, entre outros, vacinação e atendimento odontológico em algumas unidades.
A UBSF - Unidade Básica de Saúde Fluvial já é quase realidade e muito em breve estará operando atendendo nossos ribeirinhos que não precisarão mais se deslocarem para a cede da cidade.

Em relação à Unidade de Pronto Atendimento – UPA, é mais do que sabido que, a mesma ainda não foi inaugurada porque faltam os equipamento fundamentais que está em poder do estado e a gestão passada terminou seu mandato e não enviou ao seu destino que é a UPA de Itaituba. Essa é a expectativa do gestor municipal Valmir Climaco e do Secretário de Saúde Iamax Prado, que aguardam a transferência desses equipamentos para Itaituba o mais breve possível pelo atual governo do estado.

ASCOM/PMI



Enviar por e-mail Imprimir