Vigilância Socioassistencial


Vigilância Socioassistencial

Diagnóstico Socioterritorial do Município de Itaituba.


1-APRESENTAÇÃO   

  O documento foi construído com informações referentes aos aspectos sociais, econômicos e geográficos de 2017, dados do Censo de 2010 e outras fontes. Além do conhecimento da realidade, poderá ser um referencial para orientar a gestão municipal na implementação e acompanhamento de políticas e programas sociais, servindo como fonte de pesquisa para trabalhos acadêmicos e de outros segmentos da sociedade.            O diagnóstico Socioterritorial do Município de Itaituba foi elaborado de forma dinâmica, com objetivo, de apresentar e compreender a realidade da comunidade, reunindo dados territorializados que foram transformados e sistematizados em informações necessárias e importantes para subsidiar o processo de tomada de decisão.               Na primeira etapa deste instrumento, foi evidenciada a metodologia utilizada para a realização do trabalho, com a finalidade de esclarecer, o procedimento adotado durante a execução do diagnóstico. Em seguida, foram apresentados os dados acompanhados de suas análises por meio dos eixos que enfocaram o histórico do município, sua vocação econômica, cultura, educação, saúde, assistência social, habitação, segurança pública entre outras.           Ressalta-se que para o planejamento da gestão e Plano de Assistência Social é essencial um diagnóstico de forma que clarifique a realidade social na qual a política é acionada a intervir. É impossível nos dias atuais, trabalhar no aspecto que sempre foi parâmetro para mensurar a política de assistência, e nesse sentido, se contextualiza o olhar coletivo das autoridades, bem como, dos técnicos que normalmente interpretam a questão social amparados na leitura imparcial da realidade.            A Política Nacional de Assistência Social/2004 (PNAS) e o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) evidenciam a complexidade da realidade social e as várias dimensões dos aspectos que configuram as condições em que se encontram os usuários da assistência social. Nesse contexto, torna-se essencial o processo de enriquecimento das propostas que será conduzido à gestão com os dados disponíveis. 

15 

         Neste sentido, o Diagnóstico Socioterritorial de Itaituba, expôs dados sistematizados e territorializados do município, por meio de um panorama das demandas e das ofertas de serviços socioassistenciais das proteções. Além do conhecimento amplo da realidade, o Capacita SUAS/2014- volume 3- p.73, revela que: “um aspecto importante que o ingrediente participativo pode fornecer ao Diagnóstico é sua atenção para o movimento da realidade, o que lhe confere uma demanda sempre constante presente de atualização ou de acompanhamento dessa dinâmica”.            O presente Diagnóstico Socioterritorial apresentado tem o objetivo de refletir sobre a formação social e econômica do território, as disparidades socioculturais, as vulnerabilidades, as situações de riscos, as violações de direitos, bem como, ser uma referência para gestão da política, trabalhadores do SUAS, Conselhos de Direitos, entidades, órgãos etc. 


Anexos

27 de jun DIAGNÓSTICO 2019.pdf Baixar